DOMINGO DE RAMOS

Hoje, 09 de Abril de 2017, celebramos o Domingo de Ramos em toda Igreja desde Roma até a Arquidiocese do Huambo.

Dom José de Queirós Alves Arcebispo do Huambo,presidiu a primeira Missa na Paróquia da Sé-Catedral  às 8h00. Na sua homilia o prelado convidou os cristãos a  seguir com profundidade os momentos da Semana Santa que começa:

“Estamos convidados a seguir Jesus. Vemos duas cenas: o triunfo e o drama. É esta mensagem que este domingo nos quer transmitir. Tentaram prender, matar Jesus mas não conseguiram porque ainda não tinha chegado a sua hora.

Hosanas ó filho de David. A cidade de Jerusalém é o símbolo de todas as cidades.
Cristo é o Rei, Rei Messias. Ele entra na cidade santa num jumentinho, isso tem muito para nos dizer. Ele deu a vida pelos seus irmãos.
Jesus é o Rei, o Rei que veio para servir e não para ser aclamado.
Jesus nos mostra o verdadeiro sentido da realeza.
Na paixão do Senhor foi entregue, atraiçoado.
É chegada a hora em que o filho do homem vai ser crucificado.
És o grande mistério da nossa salvação.
Nesta semana façamos um silêncio profundo e não um silêncio mudo. Procuremos introduzir-nos no mistério de Cristo.
Nesta semana teremos alguns momentos chaves:
1- O cenáculo onde Cristo instituiu a Eucaristia.
O Jardim das oliveiras onde Cristo foi tentado, traído.
2- O calvário onde se manifesta toda potência de Deus.
3- Sepulcro: Cristo entrou como Rei na sua cidade e sai também como Rei, ressuscitado.
Hoje entramos neste mistério, que esta salvação seja para cada um de nós.
Sejamos verdadeiros irmãos.”
Neste tempo da Quaresma somos motivados com esta reflexão para juntos prepararmos a Páscoa do Senhor. Que este conceito “irmandade” tenha realmente o seu significado na nossa vida concreta